quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Suando a camisa!

Do final de semana pra cá as coisas melhoraram muito!

Depois da minha avaliação nutricional com nossa "Nutri" Ana Leiro (tem que falar o nome dela em tudo pra promover a pessoa!), resolvi organizar ainda mais a minha alimentação. Bebendo muito suco, água e o meu café com leite que eu não largo de jeito nenhum! Acho uma chiquêza ter uma nutricionista e um preparador físico para a equipe! E hoje mesmo recebi minha planilha com o que preciso comer pra ficar fortinha pro Ecomotion!

Parece que as coisas estão clareando e, finalmente, estou sentindo que tudo está fluindo para que a nossa viagem seja uma grande aventura. Mandei email para Deus, o mundo e localidades vizinhas, pedindo apoio para irmos pro Ecomotion e recebemos respostas positivas!

Já conseguimos fechar o grande apoio da Millenium. Perfeito! A Tia Sônia, daquela granola maravilhosa, tá mandando "os tubos" de barra de cereal pra gente se acabar de comer barrinha no Ecomotion e durante os treinos. A Belle's, melhor casa de chá e buffet da Bahia, está nos apoiando outra vez. E por aí vai!

Também estamos caprichando nos treinos! Cumprindo a planilha direitinho! Nossa! Isso aí é que tá pesado! Tadeu, o nosso peparador físico, tá arrancando nosso couro! Estou suando a camisa messssmo! O grande dia está se aproximando e preciso me dedicar mais e mais a cada dia. Montei o rolo outra vez pra pedalar em casa no meio da semana. Ou seja, estou mudando o pneu da bicicleta duas vezes na semana. Uma para pedalar na rua no fim de semana com o pneu de trilha e outra para pedalar em casa com o pneu liso(no rolo). E correndo dentro de Vilas, como sempre. Sempre dá, pelo menos, duas horas de treino e, só pra lembrar, sou uma criatura cheia de filhos pra criar(dois). A camisa sua também pra dar conta de um pré-adolescente e uma menina de 9 anos super exigente com os seus direitos de filha.

Então vamos lá!! Todo mundo pulando da cama cedo! Treinando de manhã, acordando filho pra ir pra escola, fritando ovo pro menino sair alimentado e prestar atenção na aula. Trabalho! Aí vou eu! Então tenho que voltar pra almoçar e ver como vão as coisas. Levar a menininha linda pra escola, voltar pro trabalho, correr no final da tarde pra remar com os meninos em Itapuã. Chega noite e treina de novo, vamos pedalar meu povo!

Cansaram só em ler!? E eu ainda invento de escrever no blog e arranjar cachorro sapeca pra criar! Vocês não acham que o dia poderia ter umas 30 horas?

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Quanto sacrifício!

   Quem foi mesmo que inventou essas coisas de Corrida de Aventura? Como assim Ecomotion? Gente!! São 550km em cinco dias, dormindo pouco, parando pouco. É privação de tudo o que se pode imaginar! E, pra completar, a pessoa tem que treinar!
  Deu um trabalho danado acordar no sábado de manhã! Antes de abrir o olho já comecei a resmungar com meu anjo da guarda, o Zé, dizendo que vivo inventando arte mas, fico cansada. Trabalho e treino a semana toda e ainda tenho que acordar cedo no fim de semana. Pôxa! Quero fazer coisa demais! Pior é que se faltar ao treino da semana não tem problema, rs!, só você e a sua cruel consciência vão saber. Mas no fim de semana é o treino coletivo e não dá pra faltar, nem esconder treino embaixo do tapete. Tem que ir mesmo!
   Então pulei da cama antes das seis, me alimentei, peguei minha mochila com meus equipamentos que já estavam arrumados desde a noite anterior e saí pedalando para a rua K. Deu um toró no caminho que só vendo! Choveu tanto que a água do chão lavava meu rosto.
   Vocês precisam saber que Penélope também tem TPM e não fica feliz o tempo todo. Ave Maria! Queria voar no pescoço de um!
   Encontrei Mauro e Scavuzzi no meio do caminho. Sem o bom humor habitual, fui forçada a dar mais umas voltas antes de remar na rua K por 1:30h. Além de ter ficado super enjoada por causa do mar batendo, tava uma pilha de nervos. Daí teve o treino de corrida também! Que preguiça! Toda dolorida! Fazer o quê? Fui! Como é a parte que mais curto, acabei curtindo!
    Os preparativos estão me deixando louca! São tantas coisas a resolver para fazer uma competição dessas que a grande vitória é conseguir chegar até a largada. O resto é colocar sebo nas canelas e ganhar o mundo, aliás, o mato.
   Voltei pra casa pedalando no pique pra resolver todas as pendências que a gente deixa pra solucionar no fim de semana. O pior é não ter nem um segundinho pra descansar! Mercado do mês, pagar jardineiro, comprar a comida do Totó. Quase não dá pra respirar!
   À noite ainda fomos até a nossa nutricionista, Ana leiro, para fazer a avaliação nutricional pré prova. Que pessoa maravilhosa! Além de competente, nos atendeu no sábado à noite e deixou o nosso astral lá em cima!
   Fizemos tudo de novo no domingo e o mau humor foi todo embora! Ainda bem que isso é que é raro! O mau humor! Do que era mesmo que eu estava reclamando??

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Se vira nos treinos!




O bicho tá pegando! Treino todo dia e só vejo o povo dizendo que treinou 100km de bike num dia, 20km de corrida no outro! Confesso que queria ter mais tempo pra isso. Disposição até tenho! Mas preciso muito trabalhar, caso contrário, não vou poder ir pro Ecomotion. Me viro do jeito que posso. Dou meus pulos mesmo! Corro na hora do almoço, acordo cedo, treino bike no rolo no meio da semana, vou treinar com os meninos no fim de semana!
Entre um tempo de trabalho e outro a gente ainda tem que resolver as coisas da prova. Precisamos tentar mais patrocínios e/ou apoios, encontrar a nutricionista, mandar emails, ver equipamentos, hospedagem, colocar as idéias em prática. Por isso, quem tiver alguma idéia de empresas para mandarmos nosso projeto faz um comentário aqui, certo?!
Além do trabalho, tem os filhos, os projetos de estudos, a casa, a funcionária, o salário mínimo que aumentou! (Aumentou em pedacinhos! Que viagem!) E tenho que ir fazer as unhas! Como vou ficar sem fazer as unhas!?
Hoje pedalei no rolo! Amanhã tenho que pedalar com a equipe! Então tive que pedalar no rolo e depois trocar o pneu para o de trilha! E as unhas?!! O que fazer? Precisei arriscar perder o meu dinheiro em nome do treino de amanhã. Fiz a troca de pneu toda Penélope, sem nenhuma Agrestia. Mas acho que trocar o pneu duas vezes na semana está surtindo um efeito muito legal! Terminei toda suja de graxa mas, com as unhas íntegras!
Ufa! Que bom! Benditos sejam os homens que acharam que eu não precisava deles e nunca me ajudaram a trocar pneu, colocar bicicleta em cima do rack, encaixar pneu, ajustar freio e trocar gancheira! Tive que me virar, aprender sozinha e só agradeço por isso! Não me aperto com nada disso!

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Treinamento completo!








É bem verdade que fica mais legal treinar ao ar livre! Mas, a falta de companhia atrapalha bastante. Sozinha é bom pra gente perceber que dá pra se virar. Acompanhada dá um estímulo a mais, além de parecer mais seguro! Diante da minha solidão ciclistica, resolvi me virar nos trinta, pedalando no rolo.

Hum!! Antes de começar tinha que trocar o pneu da bicicleta para o liso, que faz menos barulho e é indicado para evitar desgaste desnecessário no pneu de trilha. Como fiz o treinamento intensivo para ser uma Penélope do Agreste, aprendi a trocar pneu, dentre outras coisas. A aula de mecânica de bike foi um sucesso naquela época!

Desencaixei a roda da bicicleta, murchei o pneu, me sujei toda de graxa. Tatuei a minha perna com a graxa da catraca, que é muito grudenta e dá o maior trabalho pra sair. Tirei a rosca do pito, tirei o pneu e a câmera da roda. Enchi um pouco a câmera do pneu liso e coloquei tudo na jante. Pronto! Enchi o pneu! E um barulho de pneu murchando veio de lá de dentro assim: "chiiiiiiiiiiii". Que chato! Quem já viu isso! Pneu de rolo furar??! Novidade pra mim!

Ninguém merece! Abri tudo de novo na maior paciência e descobri que o meu cachorrinho, o Totó, mordeu a câmera enquanto ela estava guardada no quarto dos fundos. Tinha os dentes do descarado lá! Fiz a força do pneu com cola, lixa e remendo. Mais treinamento. Pode uma coisa dessas?!

Fiz todo o trabalho e enchi o pneu outra vez. Continuou murchando. Ainda com paciência, removi tudo de novo, enchi a câmera bastante, coloquei sabão com água pra descobrir onde estava o furo. E nada de furo!

Aí eu já estava "fula da vida", virada no "istopô". Coloquei tudo de volta já sem esperança nenhuma de usar o diacho do rolo. E não é que, como por um milagre de Roque Santeiro, o pneu não esvaziou mais! Valeu pelo treinamento completo e posso contar pra quem quiser ouvir que sou uma Penélope que sabe trocar pneu.

Fiz um treino de 1 hora ao som do DVD de Ivete Sangalo. Quando terminei ainda tive disposição para cantar e dançar algumas músicas com minha filha!

Enfim, treinei troca de pneu, pedalei e ainda me diverti com a milha filhota! Valeu à pena ficar em casa!

Fica aí mais uma sugestão de treino!

Sombra e água fresca!

Então chegou o sábado! Dia de treino pesado com o quarteto fantástico! Pena que Fred não pode ir e o quarteto fantástico virou o trio parada dura. E nos divertimos muito!

Fizemos logo os 25km de ciclismo antes que o trânsito virasse o caos de sempre. O percurso foi da rua k até o final do terminal de carga do aeroporto. Dentro do terminal, fizemos duas voltas para dar a conta certa. Também tivemos várias idéias geniais sobre como conseguir o resto do dinheiro para a nossa ida pro ECOMOTION. Pôxa!! É uma grana doida pra ir pra essa corrida!

A transição de bike para o remo me pareceu uma lerdeza mas, acho que deu o tempo máximo preconizado pelo nosso treinador. E remamos mais de 70 minutos porque acabamos indo muito longe em direção ao Jardim de Alah. Deu trabalho pra voltar! RS! Então ficamos falando: "Putz! Acabou o tempo de remo! Temos que parar agora! Vamos nos jogar na água!"

Ohhh! Tinha uma tartaruga marinha muito linda no mar!

Já na praia, conversamos horrores com Arnaldo, nosso querido amigo da Olhando Aventura. A conversa foi tão boa que ele precisou nos lembrar que estávamos no meio do treino. E fomos correr! Aliás, eu e Scavuzzi corremos enquanto Mauro fazia um trekking de 8km/h com aquelas pernas enormes.

E não é que rolou a sombra mesmo! Já era quase meio-dia! O sol tava escaldando! Na metade do trekking, paramos embaixo do coqueiro e pedimos uma coca-cola bem gelada. Então lembramos que o treino tinha que continuar e fomos embora pra terminar aquele sofrimento de treino!

Mas, na boa! Se não tiver um treinozinho assim relax, não é Aventureiros do Agreste.

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Pressão pura!!!

Quarta à tarde foi brabo! Fomos treinar remo! Mas só remo para o nosso amigo Fred não serve! Afinal, ele não sai de casa só pra treinar remo! Mauro e Scavuzzi só poderiam ir mais tarde. Daí sobrou pra mim e meu treinador vai me matar se ler essa postagem!

Fui pra rua K, em Itapuã, de carro. O rapaz foi de buzú, já que mora do outro lado da cidade e sua bike estava em minha casa. Remamos uma hora naquele marzão agitado. Enjoei que foi uma beleza! Se não remar forte não serve! E é proibido conversar, muito menos reclamar! Nem falar de Ecomotion pra não desconcentrar. Que figura!

Então o que aconteceu depois do remo foi uma corridinha básica de 16km até Vilas do Atlântico. Muito básica! Pela areia da praia! E minhas pernocas doeram muito! Em Vilas, fizemos uma pausa na padaria, afinal, uma Penélope tem que alimentar as suas crias. E continuamos corremos pra pegar as bikes, e deixar o pão das crianças!

Já de noite, pedalamos até a rua k pra pegar meu carrinho de volta e o Frederico das Cavernas foi embora para o outro lado da cidade de bicicleta.

No geral, os atletas da Bahia que estão treinando pro Ecomotion, estão fazendo isso. Pedalando até o lugar de treino de remo ou até o trabalho ou até a casa de onde vai sair pra treinar. A bicicleta está sendo um meio de transporte porque todo mundo trabalha e não tem muito tempo disponível para os treinos, exceto por alguns gatos pingados.

O Ecomotion tem mais de 500km. Metade disso deve ser bicicleta. Estamos nos virando mesmo! Queremos muito que essa prova seja feliz para todos! E as minhas pernocas estão doendo até agora! Imaginem como vai ser por lá!!

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

ECOMOTION

"A mais importante prova de corrida de aventura das Américas, o ECOMOTION/PRO, levará atletas de todo o mundo ao berço da civilização brasileira: a Costa do Descobrimento, na Bahia."

   Assim começa o texto que está no site de apresentação do ECOMOTION/PRO 2011. Com letras maiúsculas mesmo!
   Estive lá na última prova. Fui com a Makaíra. Senti todas as emoções que uma pessoa pode ter espremidas em cinco dias no meio do mato. Quem ainda não foi nem sonha como pode ser, embora tente imaginar. O que lembro é que foi uma prova muito dura! E toda vez que encontro os meninos da Makaíra me comporto como se eu e eles fôssemos de uma irmandade eterna, de uma cumplicidade sem fim. Nunca mais seremos estranhos uns aos outros.
   O ECOMOTION é um show de Corrida de Aventura que começa na hora em que vc pega as suas tralhas e vai pra lá com seus amigos pra fazer a corrida. Antes e depois ainda tem muita história pra contar mas, os dias vividos lá são únicos! Diferentes de tudo em corrida de aventura! Tem gente do mundo todo. Os melhores atletas do mundo!
   Quero repetir! Dessa vez com a Aventureiros do Agreste. E estamos treinando para essa empreitada com muita vontade.
   Querem saber mais?? Vou contando tudo por aqui...

   Vale à pena conferir os detalhes da prova no site oficial:

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Nova Empreitada



Na próxima postagem eu vou falar um pouco sobre uma prova chamada Ecomotion. Mais de 500km que vai acontecer em abril desse ano. Nós vamos! A Aventureiros do Agreste.

O treino abaixo foi prescrito pelo nosso novo treinador, Fernando Tadeu, que também faz Corrida de Aventura e estará conosco nessa empreitada. Vejam aí!


"Aventureiros
Segue o treino para o sábado:
06:00h - Deixar as bikes na casa de Lu.
06:30h - Horário de encontro na rua K e aquecimento.
07h - entrada dos caiaques na água para início do remo de 60'.
Após saída da água, transição cronometrada de no máxino 10'.
Trekking de aproximadamente 15km (até a casa de Lu) que deve ser feito o máximo possível pela areia. Vocês devem fazer o trekking com as mochilas de hidratação e o trekking deve ter duração máxima 3:00h, isto dará uma média de velocidade de aproximadamente 5km/h.
Após trekking, transição cronometrada de no máximo 5'.
40km bike (casa de Lu - volta em Abrantes - casa de Lu). O trecho de bike já deve ser contado a partir da saída da casa de Lu. Vocês devem fazer o pedal com as mochilas de hidratação e deve ter duração máxima de 2h, isto dará uma média de velocidade de aproximadamente 20km/h.
Abraço!
Tadeu"

É mole um negócio desses! Esse menino tá pensando que ainda está na Marinha! Mas vamos nessa que estamos precisando de uma pessoa assim mesmo! Precisamos treinar!