sexta-feira, 27 de maio de 2011

Academia no Inverno






















Prefiro não dizer que a minha vida está uma loucura para ninguém achar que estou reclamando. Não estou! Ainda não consegui dormir tudo que precisava depois do Ecomotion. Foram 6 dias dormindo quase nada. Quando voltei, continuei com a rotina normal de trabalhar, cuidar da casa, das crianças e tudo mais que uma Penélope tem que fazer. Tá muito difícil acordar cedo, como de costume. No inverno é pior ainda. Cinco da manhã está escuro! Prefiro não malhar à noite pra não deixar as crianças em casa. Minha consciência pesa. Por isso, sempre me sacrifiquei em sair bem cedo para aproveitar melhor o dia e, à noite, ficar livre para as crianças.

Diante de tantas atividades, resolvi voltar pra academia para cumprir minha planilha de treino integralmente. Minha vida deu uma "reviravolta" depois do Ecomotion que, só com tempo pra contar. Mas, estou dando um jeito de sair à noite mesmo. Engraçado como as coisas mudam. Amava fazer musculação! Nunca quis ficar "torada". Mas, gostava de não suar. Hoje em dia, me acabo! Fico até sem graça quando termino o aeróbico. Dá vontade de ir em casa, tomar um banho e voltar pra academia. Não é por vaidade, é por vergonha.

Ontem, então, resolvi fazer Spinnin. Excelente, por sinal! O professor fez uma aula de força super bacana com simulação de ladeira o tempo todo. Gosto muito de aula de força! Engraçado que fico no orgulho de não diminuir a carga e mando ver! Sou movida a pilha! Fiz uma poça de suor no meio da sala! Fiquei com tanta vergonha do tanto que tava suada, que nem fiz a musculação. Além disso, a consciência deu um grito no meu ouvido, dizendo que minhas crianças estavam em casa, esperando. Me mandei pra casa!

Mas, adorei! Vou voltar mais vezes e pretendo tomar vergonha na cara pra fazer musculação de forma mais regular. Afinal, a idade vai chegando e os ligamentos precisam ser reforçados. Só preciso me organizar. Afinal, posso treinar dia sim, dia não. Mas, não posso fazer o mesmo no meu papel de mãe. Não posso ser mãe dia sim, dia não. Nem quero!

terça-feira, 24 de maio de 2011

A ALMA AGRADECE!


   Representando a nossa equipe, Aventureiros do Agreste, eu e Tadeu levamos escovas de dentes e creme dental para as crianças e todos assistimos a um filme educativo em Saúde Bucal. Tudo em parceria com a Daventura e a ONG Floresta Sustentável. Eles abrem as portas, arrumam a casa e nós entramos! A idéia era agitar a criançada! Paramos o carro na portaria da Reserva da Sapiranga, vestimos nossas roupas de Aventureiros, preparamos nossas bicicletas e pedalamos até a Escola São Pedro numa trilha massa na Reserva da Sapiranga. As crianças nos esperavam curiosas.
   Depois do lanche veio o filminho com a história do Dr. Dentuço e da Dra. Escovita contra o maquiavélico Plácula e os Monstros da Cárie. Os meninos não tiraram os olhos da tela mas, de vez em quando, avaliavam os estranhos.
   Quando acabou o filme todos queriam responder às perguntas para ganhar brindes. Levamos umas massinhas de modelar embalados com papel de presente e tudo. Não foi pra todos mas, as escovas foram sim! Teve escova para as crianças e para as mães das crianças. Para as professoras também! E pra Felipe, Lara, Santiago e Vitória. Ou seja, ninguém ficou de fora!
   Missão cumprida! Colocamos nossos capacetes e luvas e pedalamos até o carro pra voltar pra casa.
Costumo dizer que o mais importante em nossas Ações Sociais é que a gente consegue se lembrar o quanto tem pra doar. O quanto mais a gente ainda pode se doar!
   Que bom que eu estava lá! Que bom que me meteram nessa histótia que, no começo achava que só queriam me dar mais trabalho pra fazer dentro da equipe. Nunca me arrependi de ter entrado nessa desde o primeiro dia de Ação Social. Largo qualquer trabalho pra ir lá me doar pras crianças!
   Isso me lembra aquela música dos Lampirônicos chamada Pop Zen.



Tudo que você tem não é seu
Tudo que você guardar
Não lhe pertence nem nunca lhe pertencerá
Tudo que você tem não é seu
Tudo que você guardar
Pertence ao tempo que tudo transformará
Só é seu aquilo que você dá
Só é seu aquilo que você dá
Tudo aquilo que você não percebeu
Tudo que não quis olhar
É como o tempo que você deixou passar
Tudo aquilo que você escondeu
Tudo que não quis mostrar
Deixe que o tempo com tempo vai revelar
Só é seu aquilo que você dá
Só é seu aquilo que você dá
E o beijo que você deu é seu
E o beijo que você deu é seu

http://letras.terra.com.br/lampironicos/46883/

terça-feira, 17 de maio de 2011

Sim! Nós vamos pro Running!



Eu já sou arroz de festa! Lucy vai correr de Penélope pela primeira vez, embora seja uma Penélope desde que nasceu. Saiu Penélope da barriga da mãe. Vamos correr a prova Running Daventura no dia 29 de maio. De Penélopes! Vejam a ficha técnica da prova...

Categoria Aventura- 42km

Mountain Bike 22.5km

Trekking 12km

Canoagem 7km

Natação 100m


Animação gente! Vamos fazer essa prova! Vai ser bem bacana! Voltei a treinar devagarinho, super animada em voltar ao mato! Com saudade! Vamos lá pra ver o que será!

Tem mais! Na sexta-feira, dia 20, nós, Aventureiros e Penélopes, vamos fazer uma Ação Social com o pessoal da Daventura em Praia do Forte, local da prova. A parceria acontece todo ano e é uma beleza! A Carol, da Daventura, adora uma farra! Quer que a gente apareça de bicicleta pra impressionar a criançada! Vamos com roupas de Aventureiros levar escovas, cremes dentais e assistir a um filminho de saúde bucal com as crianças. Tô querendo levar mais umas surpresas pra eles, que sempre adoram! Tem troca de energia, de risos e de alegria! É gratificante! Depois conto como foi.

Sim!? Já resolveram fazer a prova?? Tem categoria só de corrida também. Vamos? Então entrem no site:



sábado, 14 de maio de 2011

Um ano depois...






Um ano de Blog das Penélopes em julho de 2011. Então tava olhando as nossas estatísticas, como se não fizesse isso quase todos os dias. É divertido ver as estatísticas! Vejo quantas pessoas acessaram o blog e de onde elas são. E agora vou contar pra vocês como as coisas andam.

Foram 1880 acessos até hoje. Pessoas do mundo todo nos acham! É claro que tem aqueles que, provavelmente, estavam procurando outra coisa e acabaram nos vendo, rs! O maior número de acessos é daqui do Brasil mesmo (passa de 1600). Também tem leitores dos Estados Unidos. Que ficaram bem assíduos de uns meses pra cá. Não vou negar que quando percebo que alguém de lá entra todos os dias da semana, sinto-me constrangida por não ter escrito nenhuma novidade. Porém, tenho na cabeça que não dá pra escrever sem inspiração, só por escrever. Melhor esperar ter vontade, inspiração. Desculpem quando demoro! Mas, voltando ao assunto, tem outros países nos vendo. São eles: Rússia, Alemanha, Canadá, Croácia, Portugal, Espanha, Reino Unido, Eslovênia e Argentina. Olha só quanta gente!

Das postagens mais vistas, a "Ser ou não ser" ganha de longe, embora nem ache que ela é das melhores. Na época, como foi a primeira postagem, fiz questão de anunciar o blog aos quatro cantos. Então, já sabem! Todos queriam saber que maluquices estava aprontando dessa vez. Depois vem "Treino em Vilas", "Festa de Panélope", "Do mato vim, para o mato voltei" (das minhas prediletas!) e "Cuidado, Penélope surfando" (também gosto dessa, e ainda vou comprar uma prancha só pra mim e contar a vocês o que aconteceu.).

Minha postagem xodó é "No mato sem cachorro". Aquela em que conto uma Aventura noturna num mato virado na zorra e meu cachorro de 4 meses fica em casa sem comida. Deve ter sido a primeira aventura que fiz e fiquei preocupada com alguma coisa que estava fora do contexto. E estava muito inspirada quando escrevi! Espero ter agradado!

O mês de dezembro de 2010 foi o mais visto e o de setembro, snif!, foi o menos visto.

Então, pessoal do mundo todo (olha que chiquêza!), obrigada pela popularidade do blog! Sei que tem os mais populares, os mega populares, os hiper populares. Mas, há uma imensa satisfação com esses modestos números! E participem, por favor! Nem que seja marcando a reação de vocês em relação a leitura.

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Deu saudade!



















Esses dias, almocei com uma amiga do curso de Inglês, a Vanessa. Quase não consegui comer de tanto que falei! Ela queria saber a quantas andavam as minhas corridas. Estava interessada em começar o esporte. Saber do Ecomotion, e eu, que nem gosto de falar nem nada, comecei a viajar no assunto.

Então fiquei avaliando o que me faz expandir os meus limites daquela maneira! Correr mais uma prova de cinco dias. Me privar da companhia das minhas crianças, da minha família. Me privar do meu soninho na minha cama quentinha. Do meu banho morno que adoro! Pior é que deu uma saudade retada!!! (com três pontos de exclamação)

A vida passa a ter um sentido diferente. O mundo passa a ter um sentido diferente! O sentimento de companheirismo, de amizade, de cuidado, de equipe. Você está ali com três pessoas. Se elas não estiverem bem, você também não vai estar. Se elas não chegarem, você também não chega. Gente! Isso deveria ser uma regra da vida! Olhar para o outro e saber que tudo fica melhor se for compartilhado!

Você esvazia completamente a mente por cinco dias. Perde a noção do tempo, do dia, da noite! É dia porque amanhece, é noite porque tá escuro. Nada mais existe! O que tem sentido é chegar ao próximo ponto, é comer de hora em hora, é beber água pra não desidratar. E os outros precisam de tudo o que você precisa. E cada um reage de forma diferente ao problema que passa. Mas todos precisam das mesmas coisas: do básico!

osso afirmar, com toda a certeza, que a Corrida de Aventura mudou a minha vida. Cada corrida muda um pouco a minha vida! O sentido do essencial se torna ainda mais forte e importante! Hoje em dia, minha felicidade é proporcional ao tanto que consigo me entregar a tudo o que faço na vida. Intensidade define tudo isso! Nem começo alguma coisa a qual não possa me dedicar. A vida muda depois de um Ecomotion. E para melhor! Cada dia melhor!

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Como voltar a treinar



Que preguiça! Parece que tem ímã me prendendo à cama. Fiz um recesso de 15 dias pra recuperar do sono, dos machucados nos pés e da musculatura também. Pés ótimos! Musculatura, ok! O sono não acaba nunca! Quinze dias se passaram. A planilha de treino chegou!

Ensaiei sair de manhã mas, a preguiça não permitiu. Então pedi pra minha filha me empurrar pra fora de casa se não saísse pra correr à noite. Precisava voltar!

Foi um processo! Primeiro liguei pra convidar Lucy para ficar mais animado. Não deu certo! Ela trouxe trabalho pra casa e nem me deu muita trela. Daí, resolvi dar o primeiro passo, vestindo a roupa de corrida. Ufa! Consegui! Depois, comecei a mentalizar que era só sair do Condomínio que conseguiria.

Olha pessoal! Eu sou uma bocó mesmo! Sabem o que pensei? "Se eu chegar até a portaria, o porteiro vai me ver e vou ficar com vergonha de voltar sem ter saído pra correr." E foi exatamente isso que aconteceu! Cheguei lá, fiz uma breve alongamento, fiquei com vergonha de voltar e fui correr. Me conheço!

Eram 8km. Mais graça ainda, é a pessoa achar que não tem forças pra correr. Sempre penso isso! Que, depois de 15 dias, minhas pernocas não aguentarão. Finalmente começo a correr e percebo, toda serelepe, que continuo a mesma de sempre. Menos um pouquinhooo!

Chega a hora de fatiar o percurso. Desço para fazer 8 pensando em 2. Faço os dois, pensando que, quando chegar no fim da rua, serão mais dois. E aí chega a hora de voltar! Vocês já perceberam que a volta é sempre mais fácil? E é mais rápida também! Era pra fazer os 8km em 45 minutos. Fiz em 43 e cumpri meu treino de ontem.

Agora vou pedalar! Outra novela mexicana! Depois conto! Estou me preparando pra correr de Penélope na próxima prova, o Running Daventura!