Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2010

Trilha das Penélopes

Festa de Penélope

Ao longo dos meus 39 anos cultivei bons e queridos amigos. De infância, de adolescência, de faculdade, de trabalho, de vários trabalhos, os amigos dos amigos. A vida é “A CAMINHADA”! E enquanto a gente caminha os encontros vão rolando. Os amigos vão chegando. E quando você menos espera, ganha de presente um grande amigo novo. Vamos então compartilhar a festa de aniversário da Penélope Luluzinha do Agreste. Viajamos no sábado em comboio, de dois carros, para um fim de semana na roça. Se quiser, pode até chamar de Fazenda, mas não é não, é roça mesmo. Depois de muita enrolação, conseguimos pegar a estrada no começo da noite. Mauro e Gabi com as crianças. Eu, Lucy e as minhas sobrinhas queridas. A estrada de barro, que nos leva até lá, já é uma atração à parte. Você encontra mata-burro, porteira, boi, jegue e um verde indescritível. Os Deuses nos presentearam com uma lua sem precedentes, de uma claridade que nos permitia até enxergar sem faróis. No meio do caminho paramos os ca

CORRIDA DE ORIENTAÇÃO É O MAIOR BARATO!

A Corrida de Orientação é uma caça ao tesouro de gente grande. O atleta recebe o mapa na hora de largar e sai à procura dos prismas que estão sinalizados no mapa. Tem até umas fotos dos prismas numa postagem dessas por aí. O melhor da história é que é uma diversão barata e reune muitos participantes em diversas categorias. Depois de fazer um treinamento de navegação na Corrida anterior, a Penélope Lucy, se embrenhou sozinha pelos matos na Corrida de Orientação do fim de semana passado. Já Fred, que tinha corrido sozinho na última, formou uma dupla comigo pra pegar um pouco de experiência em navegação, do pouco que tenho, rs. Foi uma viagem bem bacana até Feira de Santana! Local de largada na beira do Rio Jacuípe, lugar muito bonito, dentro de uma Fazenda cheia de pastos, charcos, riachos, moitas, estradinhas e cercas pra gente pular. Encontrar o prisma é uma grande emoção! Dá vontade de ir mais longe, dá vontade de avançar sempre mais. Amo muito tudo isso! E amo ainda mais ver a car

MEU ANJO DA GUARDA FAZ HORA EXTRA

   Depois de um reflexivo último lugar na quarta etapa do Campeonato Bahiano, saímos para pedalar numa linda manhã de sábado. Afinal, precisávamos treinar!    Chega Mauro com o carro cheio de tralhas para um “treino técnico”. Bolas coloridas murchas, bolas cheias, baldinhos de praia, pedaços de madeira, etc. O cara viaja! O que será que ele pensou em fazer?? Como seria esse treino técnico?    Nem precisa dizer que nos recusamos a participar daquela coisa doida e fomos pedalar na trilha, conforme combinado. Mesmo assim, a pessoa reflexiva, acabou nos levando pra uma trilha desconhecida, até dele mesmo. “Nada como ter amigos loucos!” No começo estava tudo lindo! Muito verde, mata fechada, subidas técnicas. Dali a pouco a gente começou a se embrenhar nos matos, a fazer silêncio pra não despertar as abelhas, a descer cada ladeirão retado!    Enquanto Mauro parava pra desempenar a gancheira de Ítalo, eu e Gabi íamos tagarelando mais adiante. Acabamos pe

NAVEGAR É PRECISO

AS AVENTURAS DA LUCY PENÉOLPE DO AGRESTE

Decidi escrever logo meu release enquanto os arranhões e as marcas de cansanção estão bem vivas na memória.. e na pele! A prova foi linda. De todas, a que eu mais curti até agora. Não tanto pelo pódio, porque isso a gente só sabe no final. Mas por cada etapa, cada superação, cada dificuldade que tivemos que resolver. Igor e eu queríamos correr a prova de 100 km. Tentamos montar um quarteto, mas nossos convidados tinham compromissos de trabalho no feriado. Conformada com a frustração atendi a um telefonema do Mauro, sexta à noite perguntando se eu topava correr a prova de 55km. Meu bom senso levou menos de um minuto para ser convencido por minha insanidade a correr a prova. Sem planejamento, sem apoio, sem nada pronto. - OK. Eu topo! Vou ligar pro Igor. A insanidade dele também estava de plantão e ele topou sem perguntar como! A ideia era compartilhar o apoio da turma da Makaíras 2, o que foi muito importante especialmente nos trechos mais difíceis de navegar, logo no iníc