Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2011

Agreste é pouco!

Hoje quero fazer uma homenagem pública ao homem que me mostra todo dia o que é ter coragem. São 75 anos hoje. Ele mora na roça. Nasceu lá! Mas teve que sair um tempo do seu habitat natural para criar os filhos numa cidade pequena. Deve ter se sentido um peixe fora d’água. Imagino o sacrifício que isso deve ter representado! Um homem rude, que estudou até a quarta série, ir morar na cidade com a sua esposa para poder criar os filhos. Conceição arrumou logo um emprego pra ele! Cuidou de tudo! Arrumou a casa! Teve quatro filhos e administrou a vida de todo mundo. Freitas é o homem do qual estou falando. Meu pai! Uma figura que voltou pra roça depois que se aposentou. A mesma roça de onde ele saiu. E Conceição, que o fez sair de lá, voltou com ele para compensar todos os sacrifícios pelos quais ele passou. E ninguém pode, nunca, de forma alguma, desmerecer os sacrifícios dela. O gênio dele é forte! Muito forte! Aprendemos com ele a ter tolerância, paciência, compreensão, amor incondic

Penélopes e Aventureiros

As meninas são Penélopes e os meninos são Aventureiros. As meninas também são Aventureiras! Somos todos parentes! Todos irmãos! Todos do Agreste. E a melhor parte do fato de estarmos juntos nem é a Corrida de Aventura. É o fato de nos divertirmos quando estamos juntos! São as risadas que damos quando a coisa fica preta ou colorida. Somos mesmo uma família! E os treinos são uma delícia! Gosto muito mais de treinar do que das provas propriamente ditas. Embora as Corridas me dêem uma satisfação diferente que dispensem comparações. Hoje fomos pedalar em Abrantes e circunjacências(Deus do céu! Será que essa palavra existe mesmo?). Saímos da minha casa para a trilha. Todos limpinhos e paramentados para a trilha com uma chuvinha. E trilha depois de uma chuva fica ótima! Muita lama no caminho. As roupas ficam imprestáveis! O treino foi maravilhoso! A mata tava bem verdinha e cheirosa! Curtimos muito! A turma foi boa! Gabi tava com a roda presa, literalmente falando. E pensou que a pe

Reflexões para 2011

O que vamos fazer em 2011? Quais são mesmo as metas em relação ao esporte!? Ou aos esportes? Todo começo de ano nosso treinador pede uma relação das provas que queremos fazer e quais os nossos objetivos. Que tal duas Corridas de Aventura fora do estado? Uma no sudeste, outra pelo nordeste mesmo. Corrida de Orientação também é uma ótima idéia! Não demanda muito tempo e ainda é baratinha. As maratonas de Mountain Bike são super atraentes! Dá pra viajar para o local da prova no dia mesmo e geralmente duram umas quatro horas, no máximo, dependendo da distância. Corrida de rua também é uma boa pedida! Vamos ver como vai ser. Cada um tem os seus objetivos e as suas prioridades de vida. Pode ser que vocês entrem no blog o ano todo e só vejam as aventuras da Penélope Luciana. Não sei! Mas tá rolando uma reavaliação interna de intenções e objetivos. Coisas de começo de ano que todos nós devemos fazer, seja no esporte, na vida pessoal, na área financeira, no relacionamento. Temos que traçar

Voltamos quase inteiros!

Melhor olhar a paisagem pra relaxar! Ainda bem que anjo da guarda existe e eu já tinha convocado todos os deuses antes de ir pra Carrasco. Já estava previsto que não teríamos um desempenho dos melhores. Só queríamos concluir e qualquer resultado dali pra frente seria massa! Só que não contamos com aquela tal de Lei de Murphy. Aquela que diz que nada pode ser tão ruim que não possa piorar, sabe?! Pois é! A coisa pôde ser pior do que esperamos. E foi! Eu e Claudio fizemos uma ótima viagem até Milagres, cidade de largada da prova. Lucy, Marcelo, Scavuzzi e Mauro já passaram por um pequeno incidente na estrada, quando um carro quase esmagou a bicicleta de Scavuzzi que estava presa na mala do carro. Fizemos a parte burocrática da prova e fomos até a pousada que conseguimos na beira da estrada. O detalhe é que os quartos que reservamos estavam ocupados e, depois de muita conversa, o recepcionista atordoado conseguiu outros quartos pra nós. Só que sem ar, frigobar e nem TV. Imaginem se a

Tudo pronto pra Carrasco

Quem treinou, treinou! Quem não treinou, não adianta mais! Serão mais ou menos 240km de adrenalina de alta qualidade. A gente vai pedalar, nadar, correr, remar, subir montanhas e fazer rappel. A previsão é de mais de 30 horas de prova. O kit de primeiros socorros está OK! Os meus equipamentos estão prontos! Os meninos estão se virando no que falta. Agora é chegar sexta-feira pra ir até Milagres, onde será a checagem de equipamentos e documentos e, no outro dia, a largada. Vem equipes do Brasil todo pra correr essa prova! Ainda vai ter uma Maratona de Mountain Bike na largada, junto com a galera da Corrida de Aventura. Ou seja, quem não quiser se lenhar nos 240km, pode se lenhar só em 53km de bike. A organização da prova vai transmitir tudo online. Quer saber mais da programação? Acesse o site www.caatingatrekkers.com.br/carrasco

Primeiro Treino de Remo

Uma semana antes da prova, rs, todo mundo fica animado! Pra falar a verdade, eu AMO quando consigo movimentar essa turma! Eu ADORO treinar com a equipe! A gente se diverte muito! Vamos remar em corredeiras na Carrasco! Então fomos pra Rua K fazer nosso primeiro e último treino de remo antes da prova! Só rindo mesmo! E rimos muito! Eu, Marcelo, Scavuzzi e Claudio enchemos um duck (é um bote inflável para duas pessoas) furado! Uma dupla remou no duck e outra em nosso caiaque duplo. Teve gente que foi apresentado ao duck nesse treino. RS! Lucy também nos acompanhou num caiaque simples e remou muito! Os meninos até propuseram que ela substituísse alguém na equipe ao invés de ficar no apoio. Fizemos um revezamento com as embarcações para ver a melhor composição das duplas, tivemos que ir até a beira pra encher o duck e também fizemos várias reuniões estratégicas (leia-se para descansar) no meio do mar. Por falar em mar! O mar estava um tapete! Lindo, calmo, limpo e convidativo para um

YES! NÓS VAMOS PRA CARRASCO!

   É isso mesmo! Vamos para a Carrasco! Mas não são todas as Penélopes não! Nem vamos com a nossa equipe feminina porque, conforme combinado, as Penélopes só participam de provas que a Aventureiros do Agreste não pontua. Ou seja, nada de correr na Bahia!    Depois de todas as festas e de um tempo sem se falar de provas. Os encontros só aconteceram para confraternização. E só quem tava treinando era "euzinha", pelo menos para manter, e só para manter. Acho muito chique dizer: "Estou fazendo treino de manutenção!" E vou dizer mais! Tava correndo duas vezes na semana e pedalando duas também. Sentindo-me com a auto estima esportiva em baixa! Rs! Pois é! Estou voltando!    Daí veio a velha história de quem vai correr a Carrasco. (???) Ficamos no maior dilema! A Aventureiros do Agreste, juntando com nós Penélopes, é uma das maiores equipes de Corrida de Aventura da Bahia. Tem gente pra caramba! Mas na hora de correr é um Deus nos acuda! Tem gente com filho pequeno, gente

Treino em Vilas

Acho que essa série de dicas de lugar para treinar não vai acabar nunca! Outro lugar bom de correr é Vilas do Atlântico! Eu corro e pedalo tanto por essas bandas que já tenho idéia de quilometragem pra todo lado que se vai. Quer correr quanto?? Consigo até dizer por onde a pessoa deve ir. Em Vilas dá pra correr a qualquer hora. Parece seguro até para uma corridinha solitária e reflexiva! De manhã é uma beleza! O trânsito de carros é mínimo. Tem uma porrada de Clubes de Corrida que montam suas tendas na rua ao lado do Vilas Tênis Clube, que movimenta a área com corredores. O clima fica bem bacana! Se preferir ver o mar, o calçadão está lá à sua disposição! A brisa do mar, o balanço dos coqueiros, o barulho das ondas são acolhedores. Dá até pra dar um mergulho no meio do caminho, como faz a Penélope Lucy quando está cansada. A criatura cai na água de roupa e tudo! Só dá tempo de tirar o tênis. Também já fiz treino no horário de almoço, com o sol queimando as pestanas. Chego em casa

Tarde de Penélope em Itapuã

O treino de remo, e quase todos os outros, geralmente acontecem pelas manhãs. Excepcionalmente, fomos fazer um treino no fim da tarde. Não precisa ser atleta pra poder remar! Na rua K, em Itapuã, tem um cara chamado Reizinho, que aluga caiaques a R$ 15,00 por hora. Além do caiaque, estão incluídos os remos e os coletes. Há caiaques duplos e simples e ele fica lá o dia todo. Se a pessoa tiver um caiaque também pode deixar lá e pagar um aluguel do espaço, como é o nosso caso. Já de tardezinha, fizemos primeiro o remo de uma hora. Já estou ficando bem desinibida no leme! Como já disse, fazer leme não é muito fácil no começo. Acredito na fase de habilidade consciente, que antecede a inconsciente. Primeiro você faz o leme pensando o tempo todo no que está fazendo. Se desconcentrar dá merda! Depois de algum tempo de treino, você já consegue fazer o leme sem perceber. Mas a transição de uma fase para outra pode demorar, dependendo da pessoa. Eu, por exemplo, que gosto de conversar pra caramb

Corrida no Dique

Depois de passar um mês de férias, só fazendo treino de manutenção, voltei para a planilha. Muito aliviada em voltar a fazer meus treinos com planilha! Faço tudo mesmo! Sinto-me na obrigação de dar retorno ao treinador! Sem planilha, tenho sensação de que ninguém vai ligar se eu não treinar. Resolvi fazer o meu primeiro treino "planilhado" num lugar diferente para variar um pouco, mudar de ares, ter sensações diferentes. Saí do trabalho e fui direto pro Dique do Tororó, ponto turístico de Salvador, correr meus 12 km. É engraçado trocar de roupa no estacionamento, dentro do carro. Negocinho complicado, mas, me saí bem! Afinal, em Corrida de Aventura a gente faz tanta maluquice que isso é uma bobagem! No momento do alongamento, vi turistas tirando fotos da obra do Estádio da Fonte Nova, onde tem uma placa luminosa bem grande dizendo quantos dias faltam para a Copa do Mundo. Pensei que nunca teria a sensibilidade de tirar uma foto dessas, de uma obra com uma placa na frente

Primeiro Dia do Ano

Nada mais saudável do que começar o ano pedalando 30km numa trilha bem bacana! Melhor ainda em companhia de gente querida. Tudo isso lá na roça, é claro! Eu e meu terapeuta, ops! desculpe!, meu cunhado, fizemos a trilha do ladeirão. Mas é outro ladeirão. Não é o que eu subi pra ir até a casa da minha avó, no Tabuleiro. Essa trilha da qual estou falando é um pouco mais longa. Começa no estradão pela direita dos Varões, com umas ladeiras bem interessantes. Passa na "venda" de Zequinha, em Porfírio também, depois vira à direita para passar em frente à venda de João. Só figuras históricas e conhecidas por aquelas bandas! Depois de João tem uma estrada de cascalho e chega numa descida que, de tão íngreme, parece um paredão. Só desço gritando, aaaaaaahhhhhhhh! É bom que extravasa todas as energias negativas e, provavelmente, as positivas também. De lá a gente pega um retão só com subidas e descidas muito gostoso que parece um tobogã. Então chega o trecho de asfalto. Nem preciso