domingo, 9 de janeiro de 2011

Tarde de Penélope em Itapuã

O treino de remo, e quase todos os outros, geralmente acontecem pelas manhãs. Excepcionalmente, fomos fazer um treino no fim da tarde.

Não precisa ser atleta pra poder remar! Na rua K, em Itapuã, tem um cara chamado Reizinho, que aluga caiaques a R$ 15,00 por hora. Além do caiaque, estão incluídos os remos e os coletes. Há caiaques duplos e simples e ele fica lá o dia todo. Se a pessoa tiver um caiaque também pode deixar lá e pagar um aluguel do espaço, como é o nosso caso.
Já de tardezinha, fizemos primeiro o remo de uma hora. Já estou ficando bem desinibida no leme! Como já disse, fazer leme não é muito fácil no começo. Acredito na fase de habilidade consciente, que antecede a inconsciente. Primeiro você faz o leme pensando o tempo todo no que está fazendo. Se desconcentrar dá merda! Depois de algum tempo de treino, você já consegue fazer o leme sem perceber. Mas a transição de uma fase para outra pode demorar, dependendo da pessoa. Eu, por exemplo, que gosto de conversar pra caramba, me desconcentrava muito e fazia um zigue-zangue danado! Hoje em dia, posso até começar meio perdida, mas acerto rapidinho e posso fazer o que mais gosto quando estou treinando: conversar.

Depois do treino de remo, jogamos uma água nos pés e calçamos os tênis para 9km de corrida. Esse treino era parecido com o outro: com hora pra acabar. Meus treinos agora são baseados em tempo. É claro que continuo fazendo os treinos fortes e os mais fracos. Mas agora a contagem é no tempo e não tanto no frequencímetro. Posso dizer que esse foi mais tranqüilo do que o de 12 km do dique. Foi um treino SUB, sobrando fôlego. Deu pra tagarelar um pouco!

Daí a gente aproveitou pra ver fim da tarde em Itapuã, que é lindo mesmo! Eu e Vinícius de Moraes indicamos!

Nenhum comentário: